Material será disponibilizado em um site para pesquisas gratuitas
Roberta Ristori
25/09 – 16:17

A Advanced Micro Devices (AMD), empresa especializada em tecnologia, anunciou nesta terça-feira, 25, em São Paulo, a parceria com o Arquivo Público do Estado de São Paulo para digitalizar o conteúdo do jornal Última Hora.

O diário fundado no Rio de Janeiro pelo jornalista Samuel Wainer circulou entre 1951 e 1971 nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Belo Horizonte e Recife. O material foi adquirido pelo Arquivo Público de São Paulo, órgão subordinado à Casa Civil, de Pink Wainer em 1990.

Segundo José Antonio Scodiero, vice-presidente em vendas e marketing da AMD para a América Latina, a fase nacional registrada pela publicação – o conturbado período político das décadas de 50 e 60 – influenciou o envolvimento com o projeto. “Estamos fazendo o uso de tecnologia de ponta para disponibilizar para o público o conteúdo histórico de um momento tão importante do Brasil”, enfatiza.

O material digitalizado alimentará um site onde as pessoas poderão realizar pesquisas gratuitamente. Até mesmo as imagens poderão ser impressas, embora não com qualidade comercial devido à sua função educativa. Carlos de Almeida Prado Bacellar, coordenador do Arquivo Público do Estado de São Paulo, explica que um dos grandes objetivos do projeto é dar visibilidade ao acervo levando-o à sociedade.

O material original não será descartado. “A idéia é transferir os originais, que são muito frágeis e podem ser danificados, para outro suporte. Trata-se apenas de uma garantia a mais para preservar as informações históricas. Preservar jornais é mais difícil do que preservar outros tipos de documentos em função da qualidade do papel”, ressalta Bacellar.

O acervo reúne 264 volumes encadernados do jornal, totalizando 108 mil páginas. A meta é que na primeira fase do projeto 36 mil páginas (equivalente a 60 meses de circulação do jornal) sejam digitalizadas. De acordo com Bacellar, a previsão é de que o material esteja disponível no site em março de 2008, ano em que a imprensa brasileira comemora 200 anos. O trabalho completo, que está sendo realizado em ordem cronológica, também deverá ficar pronto no próximo ano, embora não haja data definida até o momento. Cerca de 500 páginas já estão no ar e outras 1500 devem ser incluídas rapidamente.

Anúncios