O serviço de microblogging Twitter planeja lançar, até o final do ano, ferramentas e serviços para ajudar empresas a servirem seus clientes, e poderá cobrar uma taxa por estes serviços, informou o co-fundador do site, Biz Stone, nesta segunda-feira (18).

"Estamos pesquisando quem usa o Twitter e para quê", disse Stone durante o Reuters Global Technology Summit, em Nova York.

O Twitter, empresa de dois anos financiada com capital de risco que permite a seus usuários mandar mensagens de até 140 caracteres, ou Tweets, tem tido crescimento explosivo nos últimos meses.

Acessos saltaram 83% em abril na comparação com o mês anterior, alcançando 17 milhões, segundo dados da comScore.

A empresa vem procurando formas de ganhar dinheiro com sua popularidade.

Stone afirmou que a "fase um" desse esforço foi com a coleta de informações de como as pessoas usam o serviço.

A segunda fase verá o lançamento de ferramentas e serviços, além dos microblogs gratuitos, concentrados em empresas que queiram usar o Twitter para mandar mensagens para clientes.

Com informações da Reuters, leia na íntegra aqui.

 

 

Anúncios