http://1.bp.blogspot.com/_IiOchevrhuk/Sh3lDQFU2vI/AAAAAAAADyc/G0Zm01kwTOA/s200/acc.jpg

O John Drake, do Campaign Planning, escreveu, recentemente, um texto bem interessante com 9 coisas que todo profissional de atendimento deveria fazer. É uma visão bem interessante. Indispensável para quem atua ou deseja atuar na área. Tomei, portanto, a liberdade de traduzir esses pontos, que você pode ler abaixo:

1. Seja obcecado por coisas novas
A gestão de contas deve melhorar na questão “descobrimento”. Saia e experimente coisas novas, especialmente online. Seja o primeiro. É bem divertido. Não espere que os outros tem contem sobre as coisas. Além disso, se você deseja liderar seus clientes para o novo mundo da mídia (busca, compartilhamento, transparência, inovação), você também deve experimentar coisas novas.

2. Mantenha seu foco no amor aos trabalhos excelentes
Grandes profissionais de atendimento sentem algo diferente quando veem grandes trabalhos. Profissionais medianos não. (Na verdade, se você não sente isso quando vê um grande trabalho, talvez atendimento de contas não seja sua praia.) Nunca se esqueça: a relação entre cliente e agência gira em torno de bons trabalhos que geram resultados para o negócio. Grandes profissionais de atendimento estudam trabalhos criativos do mundo todo e conseguem citar, rapidamente, qual agência fez o que.

3. Movimente-se com rapidez. Seja específico.
E-mails mais curtos. Conversas mais curtas. Apresentações concisas, por favor.

4. Abrace a mudança e a incerteza
A previsibilidade é um luxo do passado. O profissional de atendimento de hoje deve amar a mudança constante. Cada dia deve começar com a empolgação sobre o que pode acontecer e quais novas idéias são necessárias. Além disso, você nunca sabe o que os blogs ou o Twitter estão guardando para suas marcas. Novos tempos, muita empolgação, 24 horas por dia.

5. Pense em sombras de cinza
Antes, os profissionais de marketing tinham que viver com as idéias criativas por um longo tempo. Campanhas completas – TV, impresso e outdoor, geralmente – eram criadas para ser “a campanha desse ano”, o que significa que uma linha mal feita poderia ficar amarrada à uma marca por muito tempo. Por este motivo, agências e clientes tinham que ser muito rigorosos. As respostam eram sempre pretas ou brancas. Com a internet tudo isso mudou: não só podemos alterar as coisas imediatamente e dar vida às idéias em questões de segundos, como o tempo de atenção do consumidor vem diminuindo impressivamente. Não podemos mais ser rigorosos com novas idéias. Elas precisam ser flexíveis e prontas para ajustes feitos pelos próprios consumidores, clientes ou parceiros. As soluções agora não são pretas nem brancas, mas em sombras de cinza.

6. Tenha senso de design
Essa está presente em todas as listas que faço sobre atendimento de contas. Sempre dedique um tempo para fazer com que suas apresentações tenham uma ótima aparência. Isso leva um tempo adicional, mas compensa. Ninguém espera que você seja um Helmut Krone. Tenha apenas um senso de orgulho no design das suas coisas. Leia isso aqui. Pegue algumas dicas aqui.

7. Fale mais 
Nos negócios de hoje, mais e mais pessoas estão liderando a partir dos seus computadores através da combinação e-mail, mensagens instantâneas e mídias sociais. Resista a isso. Subjetividade precisa de contato humano. Levante-se, saia por aí, converse com pessoas e, por favor, não ignore o telefone.

8. Seja sempre alcançável e não seja tão sério
Consumidores interagem com as marcas 24 horas por dia. Isso significa que os clientes estão sempre trabalhando, e também que grandes profissionais de atendimento também estão sempre trabalhando. Ser alcançável num sábado à noite tem a ver com a habilidade de se divertir mais com colegas e clientes quando eles telefonam ou te chamam em mídias sociais. Aproveite isso. Divirta-se com essas situações. Negócios não podem acabar inteiramente com o senso de humor. Não importa as condições econômicas, sinto que estamos próximos de que isso aconteça.

9. Estude planejamento e consultoria de negócios
A disciplina de planejamento está mais vibrante do que nunca. Além disso, as agências também estão em busca de consultores de negócios para se juntar à equipe. Acho isso fantástico. Porém, a probabilidade de uma agência ter condições financeiras – ou um fluxo de trabalho consistente – para ter um departamento inteiro com consultores disponíveis é muito pequena. Portanto, os executivos de contas devem estudar muito cada uma dessas disciplinas. Para adicionar o máximo possível de valor, pense menos como atendimento e mais como uma mistura entre planner e consultor de negócios.

 

Anúncios