Nos últimos 30 dias, rede social teve quase US$ 50 milhões em mídia gratuita nos EUA, contra, por exemplo, US$ 580 mil do novo mecanismo de busca Bing

21/07/2009 – 14:50

O Twitter está se consagrando como um grande astro da mídia. Isso porque as suas aparições em telejornais, talk shows, reportagens em jornais e revistas já somam US$ 48 milhões em espaço ocupado nos últimos 30 dias nos Estados Unidos.

A rede social recebeu 2,75 bilhões de citações, com a televisão respondendo por 57% do valor total de mídia ocupado, 37% para jornais e 5% para revistas. Quem gerou valor de mídia para o Twitter nos Estados Unidos foi a Fox News, à frente de CNN.

Considerando-se as citações em jornais menores, o valor pode chegar ao dobro disso, de acordo com Peter Wengryn, CEO da VMS, a empresa que fez esse levantamento.

Só para se ter uma ideia, isso é metade do que a Microsoft planeja investir em marketing para lançar o mecanismo de buscas Bing. E a nova empreitada da empresa de software teve espaço na mídia de apenas US$ 574 mil, e 63 milhões de citações, números muito inferiores aos do Twitter.

Para o vice-presidente de mídia integrada da VMS, Gary Getto, o valor apontado é muito grande e ele jamais pensou que "algo pudesse ser mais popular do que o Google", referindo-se a uma comparação que fez entre a cobertura sobre Google e Twitter no período.

Da AdAge.

 

Anúncios