Considerado o pai da internet, Cerf acredita a conectividade será ainda maior nos próximos anos

Por Viviane Maia

A Web 3.0 deve aumentar ainda mais a interatividade entre equipamentos, pessoas e serviços. É o que acredita Vinton Cerf, considerado o pai da internet e atual evangelista-chefe do Google. Em evento em São Paulo, realizado nesta quinta-feira, Cerf afirmou que a próxima geração da internet deve fazer com que todos fiquem ainda mais interligados. 

"Nesta nova geração, você poderá entrar na internet, escolher as músicas e filmes que deseja comprar, fornecer o endereço IP de sua central multimídia de entretenimento, e um serviço de uma empresa cuidará de mandar esse conteúdo para seu equipamento", destacou. 

Para o criador do protocolo TCP/IP (arquitetura que suporta as conexões de rede), aplicações como estas começam a aparecer lentamente e devem se tornar ainda mais populares nos próximos anos. “Outro dia, contratei um serviço que monitora a temperatura da minha adega e me avisa, por uma mensagem de texto (SMS), quando o nível do calor ultrapassa a temperatura que eu determinei. Soube ainda que posso ampliar o serviço para poder reduzir também a temperatura remotamente", disse. 

Mídia e a internet 

Cerf afirmou que a internet mudou drasticamente a forma em que a informação é distribuída. E, com isso, ele afirma que há um desafio enorme para a mídia tradicional. “É preciso repensar outra forma de se fazer jornalismo nos meios tradicionais e, sobretudo, recriar o modelo de negócio”, disse o evangelista-chefe do Google. 

Entretanto, para o cientista, a procura de qualidade da informação é um ponto comum na informação online e offline. "Os leitores ainda estão avaliando a qualidade sob o aval da marca em que se encontra a notícia", disse ele. 

Sobre o papel dos jornalistas, Cerf não vê mudanças. Para ele, os jornalistas devem continuar a mostrar a informação de forma objetiva, imparcial e isenta possível. “Ao contrário dos blogueiros que devem emitir opinião e levantar as polêmicas”, afirmou. 

"Porém, é importante encontrarmos um meio de organizar a internet de forma que os jornalistas não tenham a obrigação do furo. É preciso que eles tenham tempo para apurar os fatos a fundo, e isto está sendo perdido com o fim do deadline." 

 

http://epocanegocios.globo.com/Revista/Common/0,,EMI74971-16382,00-A+NOVA+WEB+AUMENTARA+A+INTERACAO+ENTRE+COMPUTADORES+E+PESSOAS+DIZ+VINTON+CE.html

Anúncios