Filha do técnico Mano Menezes, do Corinthians, Camilla Menezes explica o segredo do sucesso de um dos perfis mais acessados no site de microblog. Ela foi uma das convidadas do Seminários Info, nesta segunda-feira, 21, em São Paulo

Mariana Ditolvo

21/09/2009 – 13:29

Quando decidiu propagar pelo Twitter o que chama de "a marca Mano Menezes", Camilla Menezes teve de enfrentar a desconfiança e a resistência de seu pai, o próprio técnico corinthiano. Com seu jeito marrento do típico gaúcho, Mano Menezes não achava graça e sequer acreditava que a rede social fundamentada no sistema de microblog poderia trazer algum tipo de retorno ou benefício ao seu trabalho nos campos. 

A insistência de Camilla, porém, unida ao incentivo de apoiadores que viam na ferramenta um grande canal de comunicação com o torcedor, fizeram com que o técnico mudasse de ideia. Até ser ultrapassado por Luciano Huck recentemente, o treinador era o perfil com maior número de seguidores no Brasil. "Meu pai pediu para que tomássemos cuidado com o que seria publicado. Ele não queria se comprometer a noticiar o que acontecia nos vestiários ou divulgar a escalação antes das partidas", contou Camilla, durante o Seminários Info, que acontece nesta segunda-feira, 21, em São Paulo.

Hoje com quase um milhão de seguidores, o perfil de Mano Menezes é frequentado não apenas pela massa corinthiana, mas também por torcedores rivais e profissionais de imprensa, entre outros. Quando lançada a ideia de que os seguidores poderiam sabatinar o treinador, Camilla afirma ter recebido cerca de 50 mil perguntas por dia. A tendência é que elas sejam respondidas – depois de uma seleção – durante os próximos meses. "Procuramos também lançar outros tipos de promoções como abrir espaço para que o torcedor envie vídeos de motivação ao grupo do Corinthians. Até o final do ano temos mais seis previstas", adiantou.

A proposta de Camilla desde o início estava em mesclar notícias oficiais com pessoais para atrair mais as pessoas e aproximar a figura de Mano da sociedade como um todo. Segundo ela, quando o time sofre uma derrota ou enfrenta alguma crise, a postagem dele é essencial para que as críticas severas sejam substituídas por mensagens de apoio e compreensão. "Quando as pessoas vêm que existe um trabalho e que a pessoa se importa com o que está acontecendo, tendem a ficar mais calmas e oferecem seu apoio incondicional", acrescentou.

De acordo com Camilla, já chegaram diversas propostas de patrocínio ao canal, mas, por enquanto, nenhuma se mostrou interessante financeiramente. "Nossa intenção não é ganhar dinheiro, mas as propostas que recebemos sequer pagavam os custos que temos para manter o perfil. Não valia a pena associar a marca Mano Menezes a essas empresas que nos procuraram", justificou.

"Por enquanto, conseguimos trabalhar bem a estratégia de unir o site dele com o Twitter e o trabalho que faz no Corinthians. Essa era nossa proposta inicial e assim devemos continuar", explicou.

http://www.meioemensagem.com.br/novomm/br/Conteudo/?Um_fenomeno_no_Twitter

Anúncios