Por Sharon Gaudin, Computerworld

Publicada em 26 de outubro de 2009 às 11h46

Com o lucro e o otimismo subindo, especialistas alertam para os cuidados que a companhia de internet deve ter para não perder o foco.

Na última semana o Google informou que o lucro do terceiro trimestre foi o melhor da história da empresa, desde sua fundação há 11 anos. Mesmo com a crise internacional, as vendas aumentaram 7% em relação ao mesmo período do ano passado.

Com esses números positivos, acredita-se que o Google pretenda aumentar a demanda de profissionais contratados e de investimentos de capital em outras empresas. Esses planos se confrontam com o anuncio da demissão de 100 colaboradores em escritórios de engenharia do obturador no Texas, Noruega e Suécia.

Analistas do setor estão divididos sobre se esse reforço financeiro pode ser considerado um termômetro para o resto da indústria de tecnologia. O consenso comum entre os especialistas é de que o Google deve manter seu foco, uma tarefa difícil para uma empresa com os cofres cheios de dinheiro e de oportunidades em cada esquina.

"O Google é muito poderoso agora", diz o analista do Gabriel Consulting Group, Dan Olds. "Com a receita acima da média e uma enorme caixa de guerra, eles podem fazer agora qualquer movimento que bem entenderem", contabiliza.

Olds ainda explica que todo esse movimento pode ser arriscado. "Para o Google, não existem quaisquer limitações reais. Eles podem ir para qualquer direção, o que é perigoso. Eles podem desperdiçar sua energia tentando fluir por vários caminhos diferentes".

Rob Enderle, principal analista do Enderle Group, sustenta que uma empresa com dinheiro na mão, na posição de comprador, pode estar em uma posição perigosa. "O Google poderia gerar uma quantidade substancial de complexidade ao longo de um período muito curto de tempo e correr o risco de criar uma empresa que é ingovernável.  A companhia tem de mostrar que pode fazer aquisições rentáveis, como o YouTube”, afirma.

Por outro lado, a analista da IDC, Caroline Dangson, afirma que o Google precisa provar que pode ter sucesso fora de seu negócio de busca na Internet. Uma maneira de fazer isso é através da aquisição de empresas que  desenvolvem tecnologias inovadoras.

A analista da Technology Business Research Inc, Ezra Gottheil, admite que com uma quantidade considerável de dinheiro e oportunidade de “brincar” no mercado, o executivos do Google precisam ter um plano estratégico muito bem formulado.

http://idgnow.uol.com.br/internet/2009/10/26/google-corre-o-risco-de-ficar-ingovernavel-dizem-analistas/

Anúncios