A emissora inglesa Channel 4 prepara uma atração especial sobre queda de aviões para ser exibida em 2010.

O documentário "Plane Crash" vai derrubar um avião que comporta 300 passageiros para mostrar um "olhar sem precedentes" do que acontece na queda de uma aeronave.

O projeto foi apresentado em reportagem do jornal "The Guardian".

Os dois pilotos do avião vão saltar de paraquedas e deixar o piloto automático ativado até a queda, em um deserto.

A aeronave estará equipada com sensores e câmeras para registro do impacto do acidente.

O Channel 4 diz que a experiência vai dar informações valiosas sobre como os aviões reagem em acidentes fatais, ajudando especialistas no desenvolvimento de cintos de segurança, distribuição de poltronas e de bagageiros.

A data e o local da queda são mantidos em sigilo pela emissora, a única informação divulgada é que ela será fora do Reino Unido.

"Além de fazer um programa espetacular, queremos que ‘Plane Crash’ seja um dos mais úteis experimentos já realizados na história da aviação", afirma Geoff Deehan, da produtora independente Dragonfly.

"Isso vai dar respostas sem precedentes para uma grande questão: Como fazer mais pessoas sobreviverem a acidentes de avião?", diz Deehan.

O avião será pilotado por dois ex-pilotos do Exército norte-americano. Caso haja algum problema entre o comando remoto e o salto de paraquedas, será acionado um sistema de segurança que envolve um helicóptero e equipamentos no solo.

A ideia do programa surgiu após a queda do Boeing 777 da British Airways no aeroporto de Heathrow, em janeiro do ano passado. O acidente intrigou engenheiros porque a estrutura do avião não reagiu da maneira esperada.

O custo do programa, que será exibido no Reino Unido no meio do próximo ano, será dividido com os coprodutores internacionais National Geographic Channel e o canal alemão ProSieben. Segundo o produtor, o orçamento não é nada "extravagante".

Leia matéria da Folha Online, citando The Guardian, aqui.

 

Anúncios