Publicada em 25 de novembro de 2009 às 17h52

Essa é uma das modalidades de ameaças virtuais que devem ser mais utilizadas por criminosos virtuais, segundo a Symantec.

As tendências para 2010 no que se refere às ameaças virtuais passam pelo aumento no número de ocorrências com softwares fraudulentos, infecção de serviços de encurtamento de URLs – recurso muito utilizado no Twitter para compactar endereços de internet -, spams em serviços de comunicação instantânea em vários idiomas, incluindo o português.

Os perigos digitais também envolvem o que os especialistas chamam de malware especializado, que pode ser entendido como o uso de códigos maliciosos destinados a serviços específicos, como smartphones e caixa eletrônicos.

Esse é o resumo do cenário que a empresa de segurança Symantec projeta para o próximo ano.

Muitas das ameaças já são conhecidas. O que chama atenção da companhia é a sofisticação e a perspectiva de aumento no número de determinadas ocorrências.

"O uso de URLs mascaradas vai crescer, porque envolve uma grande utilização por parte das pessoas.  A intenção é enganar o usuário ao fazê-lo pensar que irá acessar determinado site, quando na verdade ele será direcionado para um local infectado", afirma o diretor de engenharia da Symantec, Paulo Vendramini.

"Outra modalidade que merece atenção é o uso de softwares fraudulentos. Nesse caso, os criminosos vendem programas que pretensamente são de segurança, mas que tem o objetivo real de roubar senhas e outros dados do usuário", diz.     

"Deve-se observar que há uma especialização no perfil das ameaças. Assim, códigos maliciosos para smartphones também se mostram comuns gora".

http://idgnow.uol.com.br/seguranca/2009/11/25/em-2010-tome-cuidado-com-servicos-de-encurtamento-de-urls-e-softwares-fraudulentos/

Anúncios