Agência do Grupo ABC desenhou a marca do mundial que será disputado no Brasil; concorrência teve cinco etapas e foi disputada por mais de 30 empresas

Para enviar essa notícia é preciso efetuar o login, Aqui.

Por Renato Pezzotti – Atualizada às 16h09*
08 de Julho de 2010 às 11:21

A- A+

Logo oficial da Copa do Mundo de 2014: mãos entrelaçadas formam o desenho da taça

Depois de muito segredo, o Sandton Convention Centre de Johanesburgo foi, nesta quinta-feira 8, sede da apresentação oficial da marca da Copa do Mundo de 2014. A Africa, agência do Grupo ABC, venceu a concorrência realizada pela Fifa e foi a responsável pela criação do emblema. Segundo a Fifa, 25 empresas estiveram na disputa, que contou com cinco etapas. O emblema escolhido foi "Inspiração", e, segundo a federação, "deriva de uma célebre fotografia de três mãos que juntas levantam o troféu mais famoso do planeta".

Duas versões preliminares da marca haviam vazado na mídia brasileira através dos portais iG (em preto e branco) e o G1 (em cores). O desenho final, porém, é mais simples e foi modificado a pedido da Fifa, e, com mãos entrelaçadas, lembra a Taça Fifa. "A base era essa, mas a Fifa solicitou algumas mudanças para que o emblema ficasse mais simples", explica Márcio Santoro, copresidente da agência.

Para definir a marca, houve uma votação promovida pela Fifa entre "notáveis brasileiros – participaram o escritor Paulo Coelho, a übermodel Gisele Bündchen, o presidente da CBF Ricardo Teixeira, o arquieteto Oscar Niemeyer, o designer Hans Donner e a cantora Ivete Sangalo, além do secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke. "O briefing que nos foi passado pedia apenas que a marca remetesse ao futebol e mostrasse a união do povo", conta Santoro.

Com a presença de muitos ex-jogadores que já levaram o troféu para o Brasil, como Cafu, Romário, Bebeto e Carlos Alberto Torres, um dos destaques da cerimônia foi o discurso do presidente Lula, que brincou com os ex-atletas e repetiu que a Copa de 2014 será a melhor de todos os tempos. A apresentação oficial ainda contou com o presidente da Fifa, Joseph S. Blatter, como mestre de cerimônia. Também estiveram presentes os ministros Luiz Barreto, do Turismo, Orlando Silva, dos Esportes, José Gomes Temporão, da Saúde e Sérgio Machado Rezende, de Ciência e Tecnologia.

Uma comitiva do Grupo ABC, liderada por Nizan Guanaes, estava há mais de uma semana em Johanesburgo, preparando detalhes para o lançamento da marca. Com ele uma delegação de oito pessoas – entr eles, Sérgio Gordilho, copresidente, Marcelo Passos, diretor-geral de atendimento e gestão, e Eduardo Martins, diretor de criação.

Vale lembrar que toda a campanha do Comitê da candidatura do Brasil a Copa de 2014 tinha sido feita pela MPM, do grupo ABC, cujo contrato de prestação de serviços à CBF se encerrou em 2 de outubro de 2007, quando a Fifa anunciou o resultado. A Africa, por sua vez, foi a reponsável pela criação do logo da campanha do Brasil para sediar o Mundial.

Santoro ainda adiantou que a Africa pode pedir licença para a Fifa para fazer uma campanha institucional da agência. "Há sim a possibilidade de se fazer uma campanha dizendo que foi a Africa que criou". Sobre as possíveis críticas ao emblema, o executivo foi reticente. "Como toda campanha, tem gente que gosta e tem gente que não gosta. Isso é normal", afirmou.

O próximo marco importante no caminho até o Mundial de 2014 será o "Preliminary Draw", que será realizado no Brasil em julho do ano que vem pelas agências Rede, também do Grupo ABC, e Geo Eventos. No evento acontece o sorteio dos jogos das Eliminatórias e reunirá 208 delegações de todo o mundo.

*Colaborou Robert Galbraith, enviado especial a Johanesburgo

http://www.mmonline.com.br/noticias.mm?url=Grupo_ABC_assina_criacao_da_logomarca_da_Copa_2014&origem=mmbymail

Anúncios