Envie para um amigo

X

Lançada nesta terça-feira (12), a Sony Internet TV já ganhou suas críticas e elogios nos sites internacionais de tecnologia

Quarta-feira, 13 de outubro de 2010 às 18h30

Stephanie Kohn

Depois de uma longa espera a Google TV chegou. O lançamento aconteceu nesta terça-feira (12) no Estados Unidos e diversos especialistas tiveram opiniões bastante divergentes quanto ao aparelho. A Sony Internet TV ganhou fãs, mas também foi criticada em alguns aspectos.

O site Gizmodo US, por exemplo, gostou do design do controle remoto, mas se decepcionou com a usabilidade. Para começar, o repórter do site admite ter ficado com o pé atrás a respeito do tamanho do controle remoto da TV, mas se disse impressionado com a leveza do dispositivo e o conforto de manuseá-lo. Segundo o jornalista, a Sony não estava mentindo quando disse que se inspirou no DualShock – controle remoto que vibra do PS3 – para fazer o aparelho. Ele realmente se parece com o dispositivo de games da Sony.

O aparelho possui um teclado que pode controlar outros dispositivos no seu sistema AV e permite navegar na web por meio do Google Chrome. Com ele é realmente fácil conectar a internet à TV e, de acordo com o Cnet News, este é o mais próximo que poderíamos chegar desta união.

Porém, segundo o repórter do Gizmodo, todo o conforto não se traduz em facilidade de uso. Parece que no primeiro momento as pessoas se focam mais em conseguir apertar os botões certos no mosaico do que no menu disponível na TV. Entre os dois d-pads – aqueles típicos botões com flechinhas que podem ser pressionados para cima, baixo ou para os lados -, fica um teclado QWERTY completo e um monte de teclas que confundiram a cabeça do jornalista.

Na verdade, o que o Gizmodo US achou ruim foi a redundância dos botões de navegação. Existem várias formas de ir ao menu principal ou procurar por um conteúdo, por exemplo. Mas, na opinião do site, o que acontece é que a Sony está esperando que os usuários aprendam a mexer e se acostumem com as funcionalidades sozinhos. Diferente do software de navegação, o controle não tem uma interface intuitiva como se esperava. É claro que após alguns dias, ou para os mais lentos, meses de uso, as pessoas se acostumem com o controle remoto.

Ainda sobre o controle, o repórter do Geek.com fez uma observação bastante pertinente sobre o assunto: "Como não é preciso digitar muito na Google TV (ainda), não é necessário um teclado tão completo". Por isso que um controle simples resolveria o problema e agradaria mais os usuários.

Mas e quanto ao software, o que as pessoas acharam?

O Gizmodo foi bastante crítico quanto a isso também. Nas palavras do jornalista "a experiência de flutuar pelos menus foi mais ou menos decente". Para ele, o Google tem uma plataforma simples para oferecer aos fabricantes, por isso a busca pelos aplicativos foi fácil. Mas, na sua experiência, houve um atraso considerável ao tentar mudar de telas e menus.

Já o repórter do Geek.com achou o Google TV OS agradável de se usar. Ele acredita que o recurso picture-in-picture, ou, imagem-a-imagem, será bastante popular entre aqueles que constumam usar o laptop enquanto assistem TV. Na sua análise, ele afirma que o sistema operacional foi bem concebido e não é muito técnico para os menos experientes.

Já para a Cnet News, a qualidade fundamental da Google TV é a capacidade de pesquisar conteúdos de TV por meio de uma barra de ferramentas semelhante ao Google.com. A barra de busca se sobrepõe a qualquer tela que estiver e funciona por meio de vídeos online, assim como programas de TV a satélite, antena ou a cabo. Mas, de acordo com o jornalista, a ideia da Google é que o usuário não saiba a origem do que ele está vendo. A empresa quer apenas encontrar o que o usuário está buscando e não necessariamente informá-los de onde aquelas imagens vêm.

A Cnet News também avaliou que tanto a televisão da Sony quanto o set-top box da Logitech funcionam bem com o programa da Google TV. Isso significa que para usufruir dos serviços não é primordial adquirir a Sony Internet TV, pois é possível ter os mesmos serviços e qualidade ao comprar a caixinha da Logitech.

Infelizmente não houve análise sobre os aplicativos, já que os 50 mil disponíveis no Android Market só estarão prontos para venda em 2011.

As televisões variam de 24 a 46 cm e têm o preço de venda estimado entre US$ 599 a US$ 1.399. Diferente do que se imaginava, a televisão só vai começar a ser vendida no SonyStyle.com e no BestBuy.com no dia 16 de outubro. Já o leitor Logitech, que também segue os padrões de vendas, está disponível por US$ 399. Para nossa tristeza, ainda não foi confirmada a data de vendas e nem os preços para o resto do mundo.

http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/a-google-tv-chegou-ao-mercado-mas-o-que-as-pessoas-estao-achando/14313

Anúncios