Por Redação IDG Now!

Publicada em 21 de outubro de 2010 às 19h56

Seção residencial da universidade de Stanford fica a alguns quilômetros da sede da empresa, e será usada para estudos sobre a rede de fibra óptica.

A Google anunciou nesta quinta (21) que irá iniciar os testes de sua rede de banda ultralarga, com velocidade de 1 Gbps (gigabit por segundo) em uma seção residencial da Universidade de Stanford, a alguns quilômetros da sede da empresa, em Mountain View.

Em um post no blog oficial do Google, o gerente de produto, James Kelly, descreveu a rede de Stanford como uma versão "beta" de tecnologias para o projeto "Google Fiber". A iniciativa destina-se a entregar até 1 Gbps de velocidade de Internet para algumas partes dos EUA. Isso é pelo menos 10 vezes a velocidade disponível na maioria do país. As lições aprendidas na Universidade de Stanford serão aplicadas ao projeto maior, diz a Google.

A Google anunciou em fevereiro que iria implantar redes de fibra óptica ultra-rápida em uma ou mais comunidades os EUA, atingindo entre 50 000 e 500 000 pessoas. A idéia é incentivar o mercado a criar novas aplicações, experimentar novas formas de construir redes de fibra e construir um modelo de uma rede de acesso aberto, com regras de neutralidade.

A escolha do bairro residencial da Universidade de Stanford foi separada da pesquisa nacional, afirmou a Google. A subdivisão é no campus de Stanford, mas é uma área habitacional de cerca de 850 casas pertencentes a professores e profissionais. O layout da área e o pequeno número de casas tornam o lugar adequado para a implantação de teste, afirmou a Google.

http://idgnow.uol.com.br/telecom/2010/10/21/google-testara-rede-de-1-gbps-em-bairro-universitario/

Anúncios