Nova lei começou a valer a partir do último domingo (1) e foi motivada pela facilidade com que se pode prejudicar pessoas com perfis falsos

A partir do último domingo (1), uma lei que torna crime a criação de perfis falsos e a "imitação" de outras pessoas na internet passou a valer no estado americano da Califórnia, segundo o TechCrunch. A lei se refere, especificamente, ao intuito de prejudicar, ameaçar ou intimidar outras pessoas através da criação de perfis falsos.
O texto define um novo crime e adiciona uma nova seção ao código penal, e inclui todos os meios virtuais, como e-mail, redes sociais, ou a criação de sites em nome de outra pessoa. A pena poderá ser de uma multa de US$ 1 mil e/ou prisão por até um ano, dependendo da gravidade do caso.

Recentemente, um americano se passou por Eric Schmidt, CEO do Google, através de um perfil falso na rede social Facebook. Apesar de não ter prejudicado o executivo, a brincadeira foi longe e pessoas como o fundador do YouTube, Chad Hurley, e o vice-presidente do Facebook, Elliot Schrage, adicionaram o perfil como amigo acreditando que era realmente Schmidt. O episódio serviu para mostrar como é simples imitar outras pessoas na internet.

http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/california_cria_lei_que_criminaliza_imitacao_de_outras_pessoas_na_internet

Anúncios