Publicado em 12.01.2011

Mais de 80 modelos de tabuletas dispostos a rivalizar com aparelho da Apple foram exibidos na CES, maior feira mundial de eletroeletrônicos, em Las Vegas

Jacques Waller

jwaller@jc.com.br

Computadores, robôs, TVs e muito mais. A Consummer Electronics Show (CES), maior feira de eletroeletrônicos do mundo, que ocorre anualmente em Las Vegas (EUA), cumpriu mais uma vez a função de apontar as tendências tecnológicas e os produtos que serão consumidos ao longo do ano. A edição de 2011 terminou no último domingo e trouxe nada menos que 80 tablets que rivalizarão com o todo-poderoso iPad. Além dos ultraportáteis, também foram exibidos os celulares da próxima geração: aparelhos 4G com capacidade de processamento de desktop. E até os televisores foram turbinados. Agora, além de exibirem imagens em alta definição e em três dimensões, os equipamentos conectam-se à internet para baixar jogos, filmes e acessar serviços online.

Você ainda vai querer um tablet
Publicado em 12.01.2011

A depender dos fabricantes, as pranchetas multimídia serão o principal presente do Natal 2011, quando tabuletas devem chegar ao mercado

Tablet. Você ainda terá um. Ao menos é o que esperam os fabricantes de eletrônicos que fizeram da última Consummer Electronics Show (CES), semana passada, em Las Vegas, o evento dos ultraportáteis. Nada menos que 80 computadores em formato de prancheta foram anunciados, todos esperando abocanhar uma fatiazinha do mercado dominado pelo Apple iPad. E não foram pequenos players que declararam ter modelos prontos para serem lançados este ano: Motorola, RIM, Asus, Samsung, Toshiba, Panasonic, todos decidiram fincar bandeiras no segmento. A notícia ruim é que os modelos têm lançamento previsto somente para o fim de 2011.

A maior sensação entre os modelos apresentados foi o Xoom, o supertablet da Motorola que, como é tradição entre os eletrônicos de ponta, promete ser um “killer”. No caso, um iPad killer. O tablet tem tela de dez polegadas sensível a toques múltiplos, 32 Gb de capacidade de armazenamento, 1 Gb de memória RAM e câmera de 5 megapixels. Até aí, nada de mais. O que torna o Xoom tão super é seu processador dual core NVidia Tegra de 1 GHz e, acima de tudo, o sistema operacional Android 3.0, apelidado de HoneyComb. Detalhe: o Xoom é 4G, ou seja, por enquanto só deve ser comercializado na Europa.

Mas quem deve roubar a cena mesmo é o Playbook, da RIM. A fabricante da grife de smartphones Blackberry teve uma ideia óbvia, mas genial: direcionar seu produto para o mercado corporativo. O Playbook terá sistema operacional próprio, pensado para o formato tablet. A grande dúvida é se a RIM conseguirá criar um mercado de aplicativos semelhante ao da AppStore ou Android Market, para alimentar o seu produto, já que os softwares para Blackberry não serão compatíveis com o Playbook.

Tablets híbridos, que misturam conceitos das pranchetas com netbooks, também brilharam na CES. Entre eles, a série de modelos da Asus, os EeePads, chamaram a atenção. Rodando Android, um modelo permite que o usuário desconecte a tela do resto do equipamento, criando um tablet instantaneamente. Outro possui teclado deslizante escondido atrás do corpo do produto. Com um movimento, ganha botões físicos.

Mas nem só de tablets foi feita a CES. Smartphones e, principalmente, TVs dos mais diferentes conceitos, também marcaram presença no evento. A tendência entre os celulares inteligentes é que eles venham equipados com os novos processadores dual core para portáteis, especialmente o NVidia Tegra. Um dos que mais chamaram a atenção foi o Motorola Atrix, compatível com redes 4G. Na mesma linha, a LG trouxe seu Optimus 2x, que além de processador de núcleo duplo, traz ainda câmera de 8 megapixels e 8 Gb de memória interna, expansível através de cartão MicroSD.

Já no setor audiovisual, as TVs 3D, as fabricantes mostraram novos modelos com e sem a necessidade de óculos especiais. A LG, por exemplo, mostrou uma nova tecnologia que usa fendas na tela LCD para criar o efeito de profundidade. O sistema pode ser usado também em smartphones e tablets. Outro destaque foi o anúncio das primeiras smart TVs, ou televisores conectados à internet. As fabricantes LG, Samsung e Panasonic mostraram seus modelos que podem acessar jogos, vídeos e serviços online com apenas um clique no controle remoto.

E correndo por fora de todo o frisson, a Motorola lançou um produto que pode surpreender o mercado. É o Galaxy Player, um tocador de mídia digital similar ao iPod Touch. Com tela de quatro polegadas sensível ao toque, funciona como o smartphone Galaxy S, mas sem chamadas de voz. O aparelho rodará o sistema operacional Android 2.2. Já está disponível na Coreia, mas ainda não tem previsão de lançamento no Ocidente. (J.W.)

RIM vai de prancheta corporativa
Publicado em 12.01.2011

O mesmo fabricante do Blackberry lança agora o Playbook, tablet voltado para o mercado corporativo. O equipamento terá sistema operacional próprio, mas ainda não se sabe como funcionará o fornecimento de softwares para o produto, já que os aplicativos do Blackberry não funcionarão nele.

» Motorola Xoom é tablet com cérebro potente

Maior destaque entre os tablets, o Motorola Xoom virá com processador de núcleo duplo da Nvidia, o Tegra 2, além do aguardado Android 3.0, apelidado de HoneyComb.

» A próxima geração da telefonia

Smartphones 4G também tiveram presença garantida na CES. A Samsung trouxe um modelo de próxima geração, a ser oferecido pela operadora Verizon. O celular ainda não tem nome.

» TV com jeitão de computador

As TVs LCD agora estão conectadas. A Yahoo! foi umas das que trouxe exemplos do conceito. A ideia é que o televisor esteja online e possa ser usado para alugar filmes, baixar vídeos, jogos e serviços da internet. A plataforma será oferecida por vários fabricantes este ano.

» Robô para massagem

A CES 2011 não seria completa sem a presença de robôs. Um dos que chamaram mais atenção foi o Wheeme Robot, da israelense DreamBots. O robozinho foi feito para massagear as costas do usuário de forma automática. Incrivelmente, ele possui sensores que o impedem de cair.

» TV digital de bolso

Num universo dominado por tablets que fazem tudo, a LG correu por fora e trouxe um equipamento dedicado exclusivamente à televisão. O equipamento é um receptor de TV digital portátil que exibe filmes em três dimensões sem a necessidade de óculos especiais. O aparelho ainda é um protótipo e não tem nem nome, nem data de lançamento previstos.

» Robótica a favor da acessibilidade

A empresa especializada em robótica Cyberdyne trouxe à CES seu modelo de exoesqueleto voltado para a recuperação e auxílio de portadores de dificuldades motoras. O HAL-5 detecta as correntes bioelétricas dos músculos ativos, o que aciona o equipamento, permitindo mobilidade e, de quebra, aumento da força.

Cad de Informática JC

Anúncios