Mobilidade é a palavra de ordem em algumas empresas brasileiras. A percepção de que tecnologias móveis podem alavancar os negócios atinge pelo menos 7,5% das empresas no Brasil. De acordo com um estudo realizado pela agência Mowa, em 2010, o percentual de utilização de tecnologias móveis para se comunicar com o cliente foi de 5% entre as 500 maiores empresas brasileiras.

De acordo com a agência, os critérios analisados a utilização de SMS, aplicativos, sites móveis e plataformas para tablets. Hoje, a adoção maior por parte destes recursos pertence ao segmento de Telecomunicações, sendo que 33% das empresas admitem fazer uso de alguma tecnologia móvel para se manterem em contato com o cliente. Dentre as ferramentas mais utilizadas, o SMS se sobressai com crescimento de 30% em relação a 2010.

O ranking elaborado pela agência lista que as empresas de Bens e Varejo são as que menos adotaram algum tipo de tecnologia móvel, com apenas 2% de adesão. Já os Bancos preferem tecnologias como o SMS e os sites voltados para aparelhos portáteis.

Crescimento da China

Outra notícia de destaque no mundo mobile é o avanço da China no setor de oferta de conexão 4G. A companhia estatal de telefonia China Mobile, maior do mundo em número de usuários, estaria prospectando alianças internacionais para que sua rede 4G tenha alcance global. O objetivo é superar outros concorrentes, principalmente os americanos e europeus. A empresa anunciou a parceria com outras 22 empresas, incluindo a britânica Vodafone, a japonesa Softbank e a asiática Axiata.

De acordo com as notícias publicadas até o momento, as alianças foram formalizadas em durante o Congresso Mundial de Telefonia Celular, que aconteceu este ano em Barcelona, num projeto denominado “Iniciativa Global TD-LTE”. O padrão TD-LTE é o adotado pela China Mobile e faz frente aos sistemas europeu, o LTE FDD, e o americano, o Wimax.


http://www.network4b.com/2011/tecnologias-mveis-para-comunicao-com-cliente-e-avano-da-china/

Anúncios