Redaçãoem 22/08/11

As informações são do site Folha.com

O Yahoo e Facebook juntaram forças para testar, de uma vez por todas, o experimento da década de 60 que concluiu que todas as pessoas estão conectadas umas a outras por seis elos, que se tornou conhecida pelo nome “seis graus de separação”.

Em média, cada membro do Facebook tem 130 amigos na rede social, e o Facebook visualiza a teia de conexões como um “gráfico social”.

O gráfico social não apenas aumenta com o acréscimo de membros à rede social –o Facebook triplicou de tamanho nos últimos dois anos. Ele também se torna mais denso, pois as lacunas entre as pessoas vão sendo preenchidas por novos membros, explica o cientista-chefe de dados do Facebook, Cameron Marlow.

Enquanto o registro digital do gráfico mostra a extensão das conexões entre as pessoas, os indivíduos podem não estar sempre conscientes de quão grande a sua rede realmente é, já que eles nem sempre conhecem os amigos de seus amigos.

Portanto, isso é importante para testar o quanto eficazes as pessoas realmente são em transmitir uma mensagem de amigo para amigo, completa o responsável pela pesquisa conduzida pelo Yahoo, Duncan Watts, para avaliar se estão intimamente ligadas a elas ou não.

O experimento atual do “Small World” (mundo pequeno) – para participar, acesse aqui– colaboraria para dimensionar o postulado acima.

Os resultados podem ter aplicações de negócios do Facebook, acrescenta Marlow, porque os graus de separação entre os indivíduos, e entre pessoas e marcas comerciais que publicam anúncios no Facebook, são importantes.

“O Facebook depende da sua conexão, e o fato de que os usuários estão conectados uns aos outros e estão conectados a marcas permite a difusão de mensagens importantes, da qual uma grande parte é a nossa plataforma de publicidade”, disse Marlow.

Os seis graus

O mundo tinha cerca de 3,5 bilhões de pessoas quando o psicólogo social de Harvard, Stanley Milgram (estudioso que concluiu que todas as pessoas estão conectadas umas a outras por seis elos, que se tornou conhecida pelo nome “seis graus de separação”), realizou seu experimento na década de 1960 – hoje é praticamente o dobro desse número.

No “Small World”, Milgram enviou pacotes aleatoriamente a 160 moradores em Wichita, Kansas e Omaha, no Nebraska, pedindo-lhes para que encaminhasse o pacote a um amigo ou conhecido que achavam que iria reenviar mais rápido o pacote para um outro indivíduo final –um corretor da Bolsa de Valores de Boston, em Massachusetts.

Os pacotes chegaram depois de passarem por 5,5 pessoas em média. Milgram nunca usou o termo “six degrees of separation” (seis graus de separação), mas esta classificação se tornou um ícone cultural.

Segundo o professor de psicologia Jerry Burger, da Universidade Santa Clara, Milgram “introduziu o conceito ou, pelo menos, recebeu crédito por isso”.

É agora amplamente aceito que havia falhas na pesquisa de Milgram, lembra Phil Cowan, um professor emérito de psicologia da Universidade da Califórnia-Berkeley. As conclusões de Milgram se basearam em um pequeno número de resultados –apenas 64 dos 300 pacotes que Milgram enviou chegaram ao alvo.

“Aqui temos um factoide muito surpreendente, envolta em ciência, e eu acho que todo mundo que o ouviu, inclusive eu, na época, disse: ‘Uau, isso é incrível. Estamos mais conectados do que pensávamos’”, disse Cowan.

Gráfico social

Cowan lembra que a validade do estudo do Yahoo e Facebook vai depender se é representativa da população geral, já que os usuários de redes sociais on-line são os mais jovens.

Yahoo e Facebook esperam atrair muito mais participantes do que Milgram poderia obter com seu experimento feito pelo correio dos EUA.

Em 2008, um estudo realizado pela Microsoft mostrou que a o elo médio de contatos entre os usuários do Serviço Messenger NET foi de 6,6 pessoas.

“Esta é nossa melhor chance de medir essa peça fundamental do gráfico social. Quanto mais usuários participarem, mais claro será o resultado”, diz Marlow.

http://catracalivre.folha.uol.com.br/2011/08/participe-da-experiencia-do-yahoo-facebook/

Anúncios